Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias Irreais

São pedaços de vida, são desabafos de uns e outros, são partilha

São pedaços de vida, são desabafos de uns e outros, são partilha

No café

Numa mesa afastada no café, parecia alheio a tudo ao redor.

Pedi licença, queria apenas beber um café, sorriu-me, dentes amarelos rosto enrugado.

Sente-se menina, eu até gosto de ter companhia.

Antes de saborear o café, atirei para o ar:

- O que faz o senhor aqui sozinho?

Olhou para mim, voltou a sorrir, suspira e diz:

- Gosto de vir a este café, vim durante 40 anos, mais a minha Amélia.

Perdeu-se em pensamentos novamente, eu insisto:

- Que aconteceu?

Olhou-me, sem sorrir agora e diz:

- Deixou-me, depois de tanto ano, embirrou que queria recuperar a vida que perdeu comigo.

Fiquei sem palavras, só o olhei com cara de parva provavelmente, continuou:

-Sim, agora depois de velha é que é gaiteira, em nova nunca se arrumou, agora parece uma árvore de Natal.

Mas eu continuo a vidinha de sempre, ele vai vir cá menina, acredite.

 

 

Acabei o café, despedi-me e saí, e acreditei.

 

 

 

images.jpg

 

2 comentários

Comentar post

Vitória Antunes

Arquivo

Todos os textos são da autoria de Vitória Antunes. As fotos são retiradas do Google imagens, se alguém se sentir lesado entre em contacto, serão retiradas.

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.